- 
Sala Amarela
Vagas esgotadas

Lasers de Alta e Baixa Potência no Controle da Dor e da Hipersensibilidade Dentinária Cervical

Nas últimas décadas têm-se observado um aumento na prevalência das lesões cervicais não cariosas, recessões gengivais e hipersensibilidade dentinária cervical, cuja causa está diretamente relacionada à exposição da dentina e abertura de túbulos dentinários. A hipersensibilidade dentinária cervical é um problema odontológico comum e muito relevante, para o qual ainda não existe um tratamento considerado como efetivo e duradouro. Procurando por uma solução eficaz ao tratamento da hipersensibilidade dentinária, os lasers foram introduzidos como uma alternativa inovadora, conservadora, reproduzível e eficaz. Entre os diversos protocolos utilizados, a dessensibilização dentinária com lasers vai depender do comprimento de onda, potência, taxa de repetição, densidade de energia, dose por ponto, tempo e frequência de irradiação, assim como dos métodos utilizados para se determinar a dor. A dessensibilização dentinária com laser tem se focado em duas abordagens: lasers de baixa potência e lasers de alta potência. Nessa palestra, será abordado o tema dos lasers e suas aplicações, protocolos e modos de utilização.